Publicado por: pongpesca | 2009/11/02

1º EVENTO PÚBLICO DA PONG-Pesca – EXIBIÇÃO DO “THE END OF THE LINE”

Convite_TheEndOfTheLine

1º EVENTO PÚBLICO DA PONG-Pesca – EXIBIÇÃO DO “THE END OF THE LINE”

Dia Nacional do Mar – 16 de Novembro de 2009

O primeiro evento público organizado pela PONG-Pesca conta com o apoio da coligação OCEAN2012 e da Fundação Calouste Gulbenkian e será a estreia nacional do documentário The End of the Line, o primeiro grande documentário revelador do impacto destrutivo da sobrepesca nos nossos oceanos, no dia 16/11/2009 (Dia Nacional do Mar), entre as 17h e as 20h30, no Auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

A exibição da versão integral do documentário será seguida por um painel de discussão, com a presença de Charles Clover, jornalista e autor do livro homónimo no qual o documentário é baseado, César Deben, coordenador da reforma da PCP da Comissão Europeia e de outras individualidades ligadas às pescas nacionais, provenientes de vários quadrantes – produtores, ambientalistas, investigadores e dirigentes públicos. A sessão terminará com um porto de honra oferecido pelo Pew Environment Group, coordenadores da coligação OCEAN2012.

A PONG-Pesca pretende com este evento fomentar o debate sobre o actual estado da pesca no mundo, retratado pelo The End of the Line, mas sobretudo quanto ao futuro da pesca e reflectir sobre o caminho que as pescas europeias, de uma forma geral, e as portuguesas, em particular, necessitam de tomar para assegurar a sustentabilidade deste sector e dos recursos dos quais ele depende.

Inscreva-se através do email pong.pesca@gmail.com e junte-se a esta discussão!

O Filme

Filmado ao longo de dois anos, The End of the Line segue o repórter de investigação Charles Clover enquanto este confronta políticos e restaurantes célebres que mostram pouca preocupação pelos danos que causam aos oceanos. Filmado pelo mundo fora – desde o Estreito de Gibraltar até às costas do Senegal e Alasca, passando pelo mercado do peixe em Tóquio – e mostrando cientistas de renome internacional, pescadores locais, e fiscais da pesca, The End of the Line é um alerta para o mundo.

No filme são mostradas imagens em primeira mão dos efeitos da nossa paixão pelo peixe como fonte de alimento. É ainda mostrada a extinção eminente do atum-rabilho, causada pela procura crescente do atum para sushi nos países ocidentais, o impacte sobre a vida marinha causado pela enorme sobrepopulação de alforrecas e as profundas implicações de um mundo sem peixe, que causaria certamente a fome em grande escala. 

O filme coloca frontalmente a responsabilidade nos consumidores que inocentemente compram peixe em risco, políticos que ignoram os conselhos e avisos dos cientistas, pescadores que excedem as quotas e pescam ilegalmente, e a indústria pesqueira mundial que tarda em reagir a um desastre eminente.

The End of the Line é um exemplo da nova onda de documentários. É um filme independente – feito fora da estrutura de produção cinematográfica convencional. É um filme de campanha que pretende mudar o mundo através do envolvimento de grandes audiências num assunto político.

Para mais informações, visite http://www.endoftheline.com.

Programa

16.45 –  RECEPÇÃO DOS PARTICIPANTES

17.00 –  SESSÃO DE ABERTURA

Viriato Soromenho-Marques – Coordenador Científico, Programa Gulbenkian Ambiente

Emílio Rui Vilar – Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian – a confirmar

Constança Belchior – PONG-Pesca/LPN

17.15 – EXIBIÇÃO “THE END OF THE LINE”

18.45 – SESSÃO DE DEBATE

Moderação: Margarida Castro – CCMAR, Universidade do Algarve

Painel: Charles Clover – Autor de “The End of the Line”

César Deben – Comissão Europeia, DG MARE

Henrique Cabral – Centro de Oceanografia, FCUL, Universidade de Lisboa

Carlos Macedo – Organização de Produtores Artesanal Pesca

Mónica Verbeek – Ocean2012/ Seas at Risk

Representante da Direcção Geral das Pescas e Aquicultura – A confirmar

19.30 – PORTO DE HONRA 


Responses

  1. Agradeço que a iniciativa comtemple uma séria discussão sobre as regras ignorantes impostas aos praticantes da pesca lúdica.

    Que tomem de uma vez por todas atitudes honestas que originem um defeso para espécies em risco de extinção.

    Que iniciem uma ordem para que seja proibída a pesca do arrasto.

    Que dediquem o total do fruto financeiro das licenças dos pescadores lúdicos ao tratamento e recuperação dos acessos aos locais de pesca e que proibam a devastação pelas pedreiras junto ao Parque e reserva da Arrábida, deixando que lá se pratique a pesca desportiva.

    Que terminem com o cognome “ludica” e adoptem o genuíno ” desportiva”.

    Que elejam uma comissão de inteligentes sobre todos os aspectos que envolvem os sectores de pesca.

    Cumprimentos
    Manuel Peres

    • Caro Manuel Peres,

      Antes de mais, queria agradecer-lhe o seu comentário.

      Não sei se iremos conseguir fazer todas essas questões na tarde de dia 16 mas esperamos, pelo menos, que seja aberto um debate centrado principalmente na defesa de uma Pesca Sustentável. E como esperamos que este seja o 1º de muitos encontros deste género, iremos tomar em conta as suas preocupações para que sejam abordadas num futuro próximo.

      Até dia 16!
      Cumprimentos,
      Rita Sá
      Pela PONG-Pesca

  2. De louvar esta iniciativa da PongPesca, trazendo até Portugal pessoas que, por mais responsáveis e conscientes que sejam, são bem conhecedoras dos verdadeiros culpados na depradação do Oceanos.

    Faço votos sinceros que, os convidados ainda por confirmar, estejam presentes ou se façam representar neste evento, de modo a que possamos ouvir o que eles próprios tem a dizer-nos.

    No entanto, e para descontentamento de muitos de nós, pescadores desportivos ( lúdicos ), sabemos que, o mais certo é não comparecerem.

    Nós por cá, sabemos quem são os culpados, mas somos ainda muito fraquinhos para lhes fazer frente. Com a vossa ajuda e a de outras instituições, talvez consigamos melhorar todos os Oceanos.

    Bem hajam, e lá estarei na Gulbenkian!

    • Caro Miguel Costa,

      Esperamos que o debate na Gulbenkian seja o inicio de muitas coisas, uma será sem dúvida a PONG-Pesca e o seu posicionamento nesta área que dada a sua complexidade, a torna tão interessante e urgente.

      Até dia 16!
      Cumprimentos,
      Rita Sá
      Pela PONG-Pesca


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: