Publicado por: pongpesca | 2009/11/24

UE quer controlar abate de aves marinhas

Logotipo da BirdLife Internacional e link directo para a notícia internacional

“Os Estados membros aprovaram a proposta da Comissão Europeia e vão monitorizar a captura acidental de aves marinhas pela pesca industrial a partir da Primavera. Anualmente, estima-se serem abatidas cerca de 200 mil aves nos mares europeus.

O tema foi debatido pelos ministros das Pescas reunidos, hoje, em Bruxelas. A Comissão Europeia propôs aos Estados membros que avancem com a monitorização das suas águas territoriais no sentido de saberem, até à Primavera, a quantidade e as espécies de aves abatidas acidentalmente pela actividade pesqueira. 

Portugal apoiou a decisão, como já informara ao Expresso o Gabinete do ministro da Agricultura e Pescas. 

Esta posição é uma novidade do Governo. Até aqui,  “Portugal argumentava que este não era um problema e que não tinha capacidade para fazer campanhas de observação e tomar medidas de mitigação para evitar a sobrepesca ou a captura acidental nas suas águas”, refere Ivan Ramirez, coordenador Marinho Europeu da BirdLife Internacional/ Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA). 

Morte anual de 200 mil aves marinhas

Esta organização não governamental do ambiente (ONGA) estima que todos os anos morram mais de 200 mil aves marinhas na Europa por causa da captura acidental nas artes de pesca (“By-catch”), provocada sobretudo pelo uso do palangre em alto mar.  

A BirdLife tem estado a fazer o alerta junto dos Governos europeus, lembrando que “são mortes absolutamente desnecessárias que poderiam evitar-se com medidas simples, baratas e testadas cientificamente”, refere Ivan Ramirez .  

A Comissão parece começar a ouvir. Daí que a sua proposta inclua medidas de mitigação como a redução da iluminação durante a pesca nocturna ou do tempo de permanência dos anzóis de superfície, assim como a não largada de desperdícios de peixe com as artes no mar. Porém, só avançarão com estas medidas após a inventariação do número e do tipo de aves capturadas acidentalmente e após a sensibilização dos industriais do sector.”


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: