Publicado por: pongpesca | 2013/01/23

D de Delícias do mar

“Logicamente que não virão do supermercado, mas certo é que a sua base de produção é profundamente industrial pois existe um longo percurso desde o “peixe” até à “delícia”. As aspas justificam-se não pela ausência de peixe (ou pescado, pois também entram cefalópodes na sua composição), mas sim porque apenas 40% das delícias do mar são de facto “peixe”. Para sermos mais exactos – e retirar as aspas – chamemos-lhe pelo nome, ou seja, surimi.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Público – 22 de janeiro de 2013


Responses

  1. […] Ver artigo relacionado aqui […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: