Publicado por: pongpesca | 2020/02/12

Vila do Bispo contesta nova aquacultura de mexilhão ao largo de Sagres

“Na sequência do pedido apresentado por uma empresa para a atribuição do título de atividade aquícola, relativo à instalação de um estabelecimento de culturas em águas marinhas, em mar aberto, a denominar «Finisterra2», destinada ao crescimento e engorda de mexilhão em regime extensivo, numa área total de 282 hectares, entre a Ponta do Barranco e a Praia da Salema, sob jurisdição marítima da Capitania de Lagos, a Câmara Municipal de Vila do Bispo deliberou em reunião do executivo que se realizou de terça-feira, dia 4 de fevereiro, «manifestar oposição ao projeto» junto da Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) e da Secretaria de Estado das Pescas, liderada por José Apolinário.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Barlavento, 6 de fevereiro de 2020


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: