Legislação

Pedimos a todos os interessados que nos enviem a legislação que considerem mais relvante respeitante às Pescas e ao Mar para enriquecimento desta página.

Agradecemos o vosso interesse. O nosso email é: pong.pesca.blog@gmail.com

– Decretos-Lei

  • Decreto-Lei n.º 37/2010 – 20-04-10
    Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
    Segunda alteração ao Decreto-Lei n.º 81/2008, de 16 de Maio, que estabelece o enquadramento nacional dos apoios a conceder ao sector da pesca no âmbito do Programa Operacional Pesca 2007-2013, designado por PROMAR.
  • Decreto-Lei n.º 09/2011 – 18-01-11
    Ministério das Obras Públicas, Tranportes e Comunicações
    O presente decreto -lei altera o Decreto -Lei n.º 191/98, de 10 de Julho, que estabelece o regime jurídico aplicável aos meios de salvação de embarcações nacionais, e introduz modificações ao Regulamento dos Meios de Salvação.
  • Decreto-Lei n.º 101/2013 – 25-07-13
    Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território
    O presente diploma procede à terceira alteração ao presente diploma procede à terceira alteração ao Decreto -Lei n.º 246/2000, de 29 de setembro, que define o quadro legal do exercício da pesca marítima dirigida a espécies animais e vegetais com fins lúdico.
  • Decreto-Lei n.º 136/2013 – 07-10-13
    Ministério da Agricultura e do Mar
    O presente diploma procede à segunda alteração ao Decreto-Lei nº108/2010, de 13 de outubro, que define o regime jurídico das medidas necessárias para garantir o bom estado ambiental do meio marinho até 2020, transpondo a Diretiva nº 2008/56/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 17 de junho.
  • Decreto-Lei n.º 16/2014 – 03-02-14
    Ministério da Agricultura e do Mar
    Estabelece o regime de transferência da jurisdição portuária direta dos portos de pesca e marinas de recreio do Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos, I.P., para a Docapesca – Portos e Lotas, S. A.
  • Decreto-Lei n.º 17/2014 – 10-04-14
    Assembleia da República
    Estabelece as Bases da Política de Ordenamento e de Gestão do Espaço Marítimo Nacional
  • Decreto-Lei n.º 149/2014 – 10-10-14
    Ministério da Agricultura e do Mar
    Aprova o Regulamento das Embarcações Utilizadas na Atividade Marítimo-Turística

 

– Portarias

  • Portaria n.º 114/2014. D.R. n.º 102, Série – 2014-05-28
    Ministério da Agricultura e do Mar
    Estabelece as condições aplicáveis às embarcações nacionais de pesca autorizadas a operar, com vista à proteção dos fundos marinhos dos impactos adversos da atividade da pesca.
  • Portaria n.º 109/2014. D.R. n.º 98, Série I – 2014-05-22
    Ministério da Agricultura e do Mar
    Altera os regulamentos de execução de várias medidas do Programa Operacional Pesca 2007-2013 (PROMAR) no quadro do Fundo Europeu das Pescas.
  • Portaria n.º 14/2014. D.R. n.º 16, Série I – 2014-01-23
    Presidência do Conselho de Ministros e Ministérios das Finanças, da Defesa Nacional, da Economia, do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia e da Agricultura e do Mar
    Define as artes permitidas, condicionamentos, termos do licenciamento e taxas aplicáveis ao exercício da pesca lúdica em águas oceânicas, em águas interiores marítimas ou em águas interiores não marítimas sob jurisdição da autoridade marítima.
  • Portaria n.º 64/2011 – 03-02-2011
    Ministérios da Defesa Nacional, da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, das Obras Públicas, Transportes e Comunicações e do Trabalho e da Solidariedade Social
    Regulamenta as características dos auxiliares de flutuação individual e as respectivas condições de utilização. Ver Decreto-Lei n.º 09/2011.
  • Decreto-Lei n.º 108/2010. D.R. n.º 199, Série I – 13-10-2010
    Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território
    Estabelece o regime jurídico das medidas necessárias para garantir o bom estado ambiental do meio marinho até 2020, transpondo a Directiva n.º 2008/56/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 17 de Junho.
  • Portaria n.º 251/2010 – 04-05-2010
    Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
    Estabelece restrições à pesca da sardinha (Sardina pilchardus) com a arte de cerco na costa continental portuguesa.
  • Portaria n.º 246/2010 – 03-05-2010
    Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
    Segunda alteração à Portaria n.º 187/2009, de 20 de Fevereiro, que procede à repartição da quota de pescada branca do Sul.
  • Portaria n.º 247/2010 – 03-05-2010
    Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
    Primeira alteração à Portaria n.º 197/2006, de 23 de Fevereiro, que estabelece as normas que regulam a autorização de primeira venda de pescado fresco fora das lotas.
  • Portaria n.º 239/2010 – 29-04-2010
    Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
    Segunda alteração à Portaria n.º 1447/2008, de 15 de Dezembro, que estabelece para o continente as modalidades e condições de atribuição de apoios no âmbito da acção específica temporária, prevista noRegulamento (CE) n.º 744/2008, do Conselho, de 24 de Julho, destinada a promover a reestruturação das frotas de pesca afectadas pela crise económica.
  • Portaria n.º 227/2010 – 22-04-2010
    Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
    Altera o Regulamento do Regime de Apoio aos Investimentos nos Domínios da Transformação e da Comercialização dos Produtos da Pesca e da Aquicultura, aprovado pela Portaria n.º 424-C/2008, de 13 de Junho.

– Outros

  • Despacho n.º 6574/2014. D.R. n.º 96, Série II  – 2014-05-20
    Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia – Gabinete do Secretário de Estado do Ambiente
    Cria o Grupo de Trabalho para o Litoral (GTL)
    Obs.: além da criação do GTL, da definição dos seus objetivos e da identificação dos seus membros é também criada uma Comissão de Acompanhamento; esta é constituída por um conjunto de especialistas e também por representantes de vários organismos, um dos é o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P. (ICNF). O trabalho desenvolvido deve ser apresentado até 30 de setembro de 2014, de forma a entrar em consulta pública em outubro de 2014.
    O presente despacho produz efeitos a 1 de março de 2014.
  • Decreto Regulamentar n.º 43/87. D.R. n.º 162, Série I – 17-07-1987
    Ministério da Agricultura, Pescas e Alimentação
    Define as medidas nacionais de conservação dos recursos biológicos aplicáveis ao exercício da pesca em águas, quer oceânicas, quer interiores, sob soberania e jurisdição portuguesas.

– União Europeia

  • Rectificação ao Regulamento (CE) n.o 199/2008 do Conselho, de 25 de Fevereiro de 2008, relativo ao estabelecimento de um quadro comunitário para a recolha, gestão e utilização de dados no sector das pescas e para o apoio ao aconselhamento científico relacionado com a política comum das pescas (JO L 60 de 5.3.2008).
  • Rectificação ao Regulamento (CE) n.o 51/2006 do Conselho, de 22 de Dezembro de 2005, que fixa, para 2006, em relação a determinadas unidades populacionais de peixes ou grupos de unidades populacionais de peixes, as possibilidades de pesca e as condições associadas aplicáveis nas águas comunitárias e, para os navios de pesca comunitários, nas águas em que são necessárias limitações das capturas (JO L 16 de 20.1.2006).
  • Regulamento (CE) n. o 51/2006 do Conselho, de 22 de Dezembro de 2005 , de que fixa, para 2006, em relação a determinadas unidades populacionais de peixes ou grupos de unidades populacionais de peixes, as possibilidades de pesca e as condições associadas aplicáveis nas águas comunitárias e, para os navios de pesca comunitários, nas águas em que são necessárias limitações das capturas.
  • Regulamento (CE) n.° 973/2001 do Conselho, de 14 de Maio de 2001, que estabelece medidas técnicas de  conservação para certas unidades populacionais de grandes migradores.
  • Regulamento (CE) n.° 724/2001 do Conselho, de 4 de Abril de 2001, que altera o Regulamento(CE) n.° 850/98 relativo à conservação dos recursos da pesca através de determinadas medidas técnicas de protecção dos juvenis de organismos marinhos
  • Rectificação ao Regulamento (CE) nº 850/98 do Conselho de 30 de Março de 1998 relativo à conservação dos recursos da pesca através de determinadas medidas técnicas de protecção dos juvenis de organismos marinhos.
  • Regulamento (CE) nº 850/98 do Conselho de 30 de Março de 1998 relativo à conservação dos recursos da pesca através de determinadas medidas técnicas de protecção dos juvenis de organismos marinhos.
  • Regulamento (UE) nº 57/2011 do Conselho, de 18 de Janeiro de 2011, que fixa, para 2011, em relação a determinadas populações de peixes e grupos de populações de peixes, as possibilidades de pesca aplicáveis nas águas da UE, assim como, para os navios da UE, em determinadas águas não UE.
  • Regulamento (UE) nº 1195/2010 da Comissão, de 14 de Dezembro de 2010, que proíbe a pesca do bacalhau nas águas norueguesas das subzonas I e II pelos navios que arvoram o pavilhão de Portugal.
  • Regulamento (UE) nº 1196/2010 da Comissão, de 14 de Dezembro de 2010, que proíbe a pesca dos tubarões de profundidade na subzona X (águas comunitárias e águas que não se encontram sob a soberania ou jurisdição de países terceiros) pelos navios que arvoram o pavilhão de Portugal.
  • Regulamento (UE) nº 1197/2010 da Comissão, de 14 de Dezembro de 2010, que proíbe a pesca do bacalhau nas águas internacionais das zonas I e IIb pelos navios que arvoram o pavilhão de Portugal.
  • Regulamento (UE) nº 1199/2010 da Comissão, de 14 de Dezembro de 2010, que proíbe a pesca da arinca nas águas norueguesas das subzonas I e II pelos navios que arvoram o pavilhão de Portugal.
  • Regulamento (UE) nº 1200/2010 da Comissão, de 14 de Dezembro de 2010, que proíbe a pesca do escamudo nas águas norueguesas das subzonas I e II pelos navios que arvoram o pavilhão de Portugal.
  • Regulamento (UE) nº 1179/2010 da Comissão, de 10 de Dezembro de 2010, que proíbe a pesca de tubarões de profundidade nas subzonas V, VI, VII, VIII, IX (águas comunitárias e águas que não se encontram sob a soberania ou jurisdição de países terceiros) pelos navios que arvoram o pavilhão de Portugal.
  • Regulamento (UE) nº 1134/2010 da Comissão, de 30 de Novembro de 2010, que proíbe a pesca da abrótea nas subzonas VIII e IX (águas comunitárias e águas que não se encontram sob a soberania ou jurisdição de países terceiros) pelos navios que arvoram o pavilhão de Portugal.
  • Regulamento (UE) nº 1044/2010 da Comissão, de 15 de Novembro de 2010, que proíbe a pesca de imperadores nas subzonas III, IV, V, VI, VII, VIII, IX, X, XII, XIV (águas comunitárias e águas que não se encontram sob a soberania ou jurisdição de países terceiros) pelos navios que arvoram o pavilhão de Portugal.
  • Regulamento (UE) nº 1046/2010 da Comissão, de 15 de Novembro de 2010, que proíbe a pesca do tamboril nas zonas VIIIc, IX, X e águas da UE da zona CECAF 34.1.1 pelos navios que arvoram o pavilhão de Portugal.
  • Decisão do Conselho, de 7 de Março de 2011, relativa à celebração do Acordo entre a União Europeia, a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega sobre um mecanismo financeiro do EEE para o período de 2009 a 2014, do Acordo entre a União Europeia e a Noruega sobre um mecanismo financeiro da Noruega para o período de 2009 a 2014, do Protocolo Adicional ao Acordo entre a Comunidade Económica Europeia e a Islândia relativo às disposições especiais aplicáveis às importações na União Europeia de determinados peixes e produtos da pesca para o período de 2009 a 2014 e do Protocolo Adicional ao Acordo entre a Comunidade Económica Europeia e a Noruega relativo às disposições especiais aplicáveis às importações na União Europeia de determinados peixes e produtos da pesca para o período de 2009 a 2014.
  • Regulamento (UE) nº 202/2011 da Comissão, de 1 de Março de 2011, que altera o anexo I do Regulamento (CE) nº 1005/2008 do Conselho no que diz respeito à definição de produtos da pesca e o Regulamento (CE) nº 1010/2009 da Comissão no que se refere aos modelos de notificação prévia, aos indicadores para as inspecções portuárias e aos regimes reconhecidos de documentação das capturas adoptados pelas organizações regionais de gestão das pescas.
  • Regulamento (UE) nº 120/2011 da Comissão, de 11 de Fevereiro de 2011, que fixa os preços de referência de determinados produtos da pesca para a campanha de pesca de 2011.
  • Regulamento (UE) nº 121/2011 da Comissão, de 11 de Fevereiro de 2011, que fixa, para efeitos do cálculo da compensação financeira e do adiantamento que lhe diz respeito, o valor forfetário dos produtos da pesca retirados do mercado durante a campanha de pesca de 2011.
  • Regulamento (UE) nº 122/2011 da Comissão, de 11 de Fevereiro de 2011, que fixa, para a campanha de pesca de 2011, os preços UE de retirada e de venda dos produtos da pesca constantes do anexo I do Regulamento (CE) nº 104/2000 do Conselho.
  • Regulamento (UE) nº 123/2011 da Comissão, de 11 de Fevereiro de 2011, que fixa, para a campanha de pesca de 2011, os preços UE de venda dos produtos da pesca constantes do anexo II do Regulamento (CE) nº 104/2000 do Conselho.
  • Regulamento (UE) nº 124/2011 da Comissão, de 11 de Fevereiro de 2011, que fixa o montante da ajuda à armazenagem privada para determinados produtos da pesca na campanha de pesca de 2011.
  • Regulamento (UE) nº 125/2011 da Comissão, de 11 de Fevereiro de 2011, que fixa o montante da ajuda ao reporte e da ajuda forfetária em relação a certos produtos da pesca na campanha de pesca de 2011.
  • Informaçãorelativa à data de assinatura do Protocolo que fixa as possibilidades de pesca e a contrapartida financeira previstas no Acordo de Parceria no sector da pesca entre a Comunidade Europeia e a República das Seicheles.
  • Regulamento (UE) nº 75/2011 da Comissão, de 28 de Janeiro de 2011, que proíbe a pesca do espadim azul no oceano Atlântico pelos navios que arvoram o pavilhão de um Estado-Membro da União Europeia.
  • Rectificação ao Regulamento (CE) nº 1005/2008 do Conselho, de 29 de Setembro de 2008, que estabelece um regime comunitário para prevenir, impedir e eliminar a pesca ilegal, não declarada e não regulamentada, que altera os Regulamentos (CEE) nº 2847/93, (CE) nº 1936/2001 e (CE) nº 601/2004, e que revoga os Regulamentos (CE) nº 1093/94 e (CE) nº 1447/1999 (JO L 286 de 29.10.2008).
  • Regulamento (UE) nº 1225/2010 do Conselho, de 13 de Dezembro de 2010, que fixa, para 2011 e 2012, as possibilidades de pesca para os navios da UE relativas a populações de determinadas espécies de profundidade.
  • Decisão da Comissão, de 23 de Novembro de 2010, relativa a uma contribuição financeira adicional da UE, para 2010, para as despesas efectuadas pelos Estados-Membros no respeitante a certos projectos no domínio do controlo, inspecção e vigilância da pesca.
  • Regulamento (CE) N.o 1224/2009 do Conselho de 20 de Novembro de 2009 que institui um regime comunitário de controlo a fim de assegurar o cumprimento das regras da Política Comum das Pescas, altera os Regulamentos (CE) n.o 847/96, (CE) n.o 2371/2002, (CE) n.o 811/2004, (CE) n.o 768/2005, (CE) n.o 2115/2005, (CE) n.o 2166/2005, (CE) n.o 388/2006, (CE) n.o 509/2007, (CE) n.o 676/2007, (CE) n.o 1098/2007, (CE) n.o 1300/2008, (CE) n.o 1342/2008, e revoga os Regulamentos (CEE) n.o 2847/93, (CE) n.o 1627/94 e (CE) e n.o 1966/2006  (aqui).
  • Regulamento de Execução (UE) N.o 404/2011 da Comissão de 8 de Abril de 2011 que estabelece as regras de execução do Regulamento (CE) n.o 1224/2009 do Conselho que institui um regime comunitário de controlo a fim de assegurar o cumprimento das regras da Política Comum das Pescas (aqui).
  • Regulamento (CE) N.o 1005/2008 do Conselho de 29 de Setembro de 2008 que estabelece um regime comunitário para prevenir, impedir e eliminar a pesca ilegal, não declarada e não regulamentada, que altera os Regulamentos (CEE) n.o 2847/93, (CE) n.o 1936/2001 e (CE) n.o 601/ /2004, e que revoga os Regulamentos (CE) n.o 1093/94 e (CE) n.o 1447/1999 (aqui).
  • Regulamento (CE) N.o 1010/2009 da Comissão de 22 de Outubro de 2009 que determina as normas de execução do Regulamento (CE) n.o 1005/2008 do Conselho, que estabelece um regime comunitário para prevenir, impedir e eliminar a pesca ilegal, não declarada e não regulamentada (aqui).
  • Regulamento (UE) nº 40/2013 do Conselho de 21 de janeiro de 2013, que fixa, para 2013, as possibilidades de pesca disponíveis nas águas da UE e as disponíveis, para os navios da UE, em certas águas não UE no respeitante a determinadas unidades populacionais de peixes e grupos de unidades populacionais de peixes que são objeto de negociações ou acordos internacionais (aqui).
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: