Publicado por: pongpesca | 2017/05/29

Spain and Turkey agree to strengthen fisheries cooperation

53862_345x275_72_DPI_0“Fisheries secretary general Alberto Löpez-Asenjo and Turkey’s undersecretary of the Ministry of Food, Agriculture and Livestock, Nusret Yazici, met in Ankara to analize the situation in the fishing sector in both countries. During the meeting, both officials stressed the need to strengthen bilateral cooperation so that regional fisheries organizations can design medium- and long-term strategies that take into account the economic sustainability of the fisheries and aquaculture sector, which must meet the food needs of the world’s growing population.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: FIS, 25 de maio de 2017

ng8068385“Os partidos da oposição e da esquerda parlamentar pediram hoje à ministra do Mar mais investimento no setor, tendo Ana Paula Vitorino respondido com uma série de “boas notícias” para o futuro. “O financiamento está em velocidade de cruzeiro, com o [programa] “Mar2020″, onde já estão 100 milhões de euros investidos na área das pescas e aquacultura”, disse, antevendo um “crescimento de 250 novos postos de trabalho”.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Diário de Notícias, 24 de maio de 2017

 

Comunicado PONG-Pesca Xavega_26-05-2017_Final1Comunicado PONG-Pesca Xavega_26-05-2017_Final2

 

Ver comunicado completo aqui.

Ver portaria aqui.

e20170515a19_sem nome

e20170515_2_sem nome

e201705_4sem nome

“A Docapesca através do observatório semanal, disponibiliza os preços médios do pescado nas lotas do continente tendo por objetivo divulgar informação de qualidade e transparência sobre o mercado dos produtos da pesca.”

Ver mais informações aqui.

Fonte: Docapesca – Maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/23

Comemorações do Dia do Pescador

e20170523_dia-pescador_1_750_2500“No Dia do Pescador, 31 de maio, a Câmara Municipal de Sesimbra volta a prestar tributo aos homens do mar, enaltecendo a sua coragem e contributo para a identidade sesimbrense. Este ano, o programa tem início, às 11 horas, com o descerramento de uma placa toponímica em homenagem ao Arrais Manuel Caminhão, na rua do FOR-MAR – Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar, em Sesimbra.

Segue-se a cerimónia de entrega de distinções às embarcações que mais se evidenciaram no último ano e ao pescador mais antigo em atividade, a apresentação do Projeto de Salvaguarda do Património Cultural Imaterial: Construção e Uso de Embarcações de Sesimbra – a Aiola e a Barca e o lançamento do site do Museu Municipal de Sesimbra, na Sociedade Musical Sesimbrense. O dia termina com a colocação de uma coroa de flores no Monumento aos Pescadores e visita à barca Amor ao Ofício.”

Ver mais informações aqui.

Ver cartaz aqui.

Fonte: Câmara Municipal de Sesimbra, 9 de maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/22

Recursos pesqueiros angolanos diminuem

sardinha-610x310“A ministra das Pescas de Angola, Vitória de Barros Neto, admitiu recentemente que os recursos pesqueiros do seu país estão a diminuir, segundo referem vários meios de comunicação. Falando na Convenção da Corrente Fria de Benguela (BCC, na sigla em inglês), a ministra enquadrou este fenómeno no quadro mundial de uma “redução dos recursos marinhos vivos, que é muitas vezes atribuída à sobrepesca”, refere a Lusa.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Jornal de Economia do Mar, 19 de maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/22

Japan’s fisheries still swimming upstream

p17-brasor-mediamix-a-20170514-870x580“In March, the internet news site Videonews.com posted a conversation between environmental journalist Tetsuji Ida and Waseda University researcher Yasuhiro Sanada, who writes about fisheries. During the talk, Sanada said that whaling is a “dead industry,” and seemed to think that the ongoing controversy over Japan’s official research whaling policy is a red herring. The Nippon Research Center says that 95 percent of Japanese people consume whale very rarely or never at all.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: The Japan Times, 13 de maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/22

ICES Newsletter May 2017

Pode consultar o último número da newsletter do CIEM/ICES aqui.

Consultar números anteriores aqui.

Fonte: CIEM/ICES

article“O Comando-local da Polícia Marítima de Caminha, em conjunto com a Comandância Naval del Miño, Xunta de Galicia e Aquamuseu do Rio Minho, realizaram uma ação de repovoamento de salmões no Troço Internacional do Rio Minho (TIRM). Nos termos da alínea e), do n.º 1, do art.º 45.º do DL n.º 08/2008 de 9 de abril (Regulamento de Pesca no TIRM), compete à Comissão Permanente Internacional do Rio Minho, copresidida pelo Capitão do Porto de Caminha e pelo Comandante Naval del Miño, promover o repovoamento do rio Minho com salmonídeos e outras espécies.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Portos de Portugal, 18 de maio de 2017

pesca-0001-660x330“O tamanho mínimo de referência de conservação para o goraz no oceano Atlântico Nordeste passa a ser de 33 cm, tal como já acontece no Mediterrâneo. A alteração é feita com o Regulamento de Execução 2017/787 da Comissão de 8 de Maio de 2017. Segundo o documento, “o tamanho mínimo actualmente aplicável ao goraz no Mediterrâneo é de 33 cm.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar, 15 de maio de 2017

42609_334x280_72_DPI_0“Europêche applauds the negotiations leading to the settlement of a new protocol between the European Union (EU) and the Republic of Mauritius but regrets the missed opportunity to strengthen sustainable fisheries and ocean governance in the Indian Ocean by linking this and other fisheries agreements to regional management policies and negotiations.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: FIS, 18 de maio de 2017

pesca-04-e1471429818573-660x330O secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia açoriano, Gui Menezes, congratulou-se hoje, 15 de Maio, com a repartição da quota nacional dos ‘Beryxs’ (imperador e alfonsim) pelo continente e pelos Açores, salientando que “permite à Região gerir internamente a sua quota”.

Ler artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar – 15 de maio de 2017

Fisheries-report-cover-150x215Fish stocks are owned by no one but desired by many. How, then, should access to fish stocks be determined? In the EU, member states have answered this question very differently, with many different systems in use. We analyse 12 countries in detail, and find that despite different systems designs, none of them are fully managing their fisheries in the public interest. In this report, we describe these systems of fishing opportunities, assess their performance against defined objectives, and make recommendations for reform.

Mais informações aqui.

Fonte: New Economic Foundation – 15 de março de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/18

Curso Breve Direito do Mar

11606.jpg

Inscrições aqui.

Ver o Cartaz aqui.

Fonte: Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa

10133608_770x433_acf_cropped“O Fundo das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) anunciou esta terça feira que está a financiar uma estratégia para eliminar as barreiras que travam o comércio do pescado são-tomense com a União Europeia. O projeto, financiado em 400 mil dólares (361 mil euros) “responde às prioridades no setor das pescas inscrito no Plano Nacional de Investimento no setor agrícola, alimentar e nutricional de São Tomé e Príncipe, adotado para o período 2016 -2020”, explicou Lionel Kadijh representante do FAO durante um seminário organizado pela direção das Pescas são-tomense.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Observador, 16 de maio de 2017

peixe-biologico-01-660x330“A produção de peixe e marisco em aquacultura, em modo biológico, está em rápido crescimento na União Europeia desde 2010. Segundo os dados do European Market Observatory for Fisheries and Aquaculture Products (EUMOFA), aquela produção ultrapassou as 50 mil toneladas 4% da produção aquícola até 2015. O mexilhão e o salmão são as principais espécies produzidas em modo biológico. Mas, o EUMOFA realça que o “desempenho económico da aquacultura biológica varia consoante as espécies e os Estados-membros”.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar, 15 de maio de 2017

FOTO-Baleia-piloto-610x310“A organização de conservação do ambiente marinho Sea Shepherd Netherlands requereu à Comissão Europeia (CE) a instauração de um procedimento contra a Dinamarca por facilitar o abate de baleias-piloto e outros cetáceos nas Ilhas Faroe, um território sob dependência dinamarquesa mas exterior à União Europeia (UE) e, como tal, isento do cumprimento das regras da UE.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Jornal de Economia do Mar, 15 de maio de 2017

e20170516_pongpesca_53805_345x275_72_DPI_0.jpg“European Union — The European Agriculture and Fisheries Council has agreed on a position over a European Commission (EC) proposal related to new rules on the conservation of fishery resources and the protection of marine ecosystems often referred to as “technical measures”.

Such a proposal aims at modernising the existing rules on how and where fishermen may fish, including taking and landing of fisheries resources, specifications and operation of fishing gear, and measures to mitigate their impact on sensitive species or áreas.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: FIS – Fish Information and Services, 7 de maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/15

The Brexit catch for North Sea cod

Financial_Times_corporate_logo.svg.png“Will Clark admired the merchandise lying atop a bed of ice — the green shimmer of its skin, its dark clear eyes and the blood red of its gills, which gave the impression its heart might still be pumping. “That’s a beautiful fish,” says Mr Clark, a long-time buyer at the seafood market in Peterhead, Scotland. The fish in question was a North Sea cod, a stock that once sustained fleets and communities up and down Britain’s east coast before it nearly disappeared a little more than a decade ago.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Financial Times, 11 de maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/15

End of line for quota-free fishing in Mediterranean

Marsaxlokk-is-Maltas-biggest-swordfish-port-1160x773“MARSAXLOKK, Malta — If there’s one thing Maltese fishermen fear even more than a thrashing three-meter swordfish, it’s the EU’s growing momentum toward quotas across the Mediterranean. The fishermen of Marsaxlokk, Malta’s largest swordfish port, offer a perfect case study of why the seemingly obscure issue of catch limits is snowballing into a bitter political stand-off between Northern and Southern Europe.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: POLITICO, 7 de maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/15

Nova Iorque acolhe primeiro Festival Mundial dos Oceanos

FOTO-Nova-Iorque-610x310“No dia 4 de Junho, um dia antes do início da Conferência dos Oceanos, promovida pelas Nações Unidas e que decorrerá de 5 a 9 de Junho, em Nova Iorque, a Global Brain Foundation promove o primeiro Festival Mundial dos Oceanos, na mesma cidade, com o objectivo de sensibilizar os responsáveis políticos ali reunidos para a necessidade de agir na defesa os mares, actualmente ameaçados pela poluição, sobrepesca, alterações climáticas, entre outras situações.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Jornal da Economia do Mar, 10 de maio de 2017

DeepSeaMiningStopAndThink_-_A4“The many precautionary warnings about deep sea mining remain unheeded by the European Commission, which re-affirmed deep sea mining as one of its priority Blue Growth sectors. In its Report on the Blue Growth Strategy: Towards more sustainable growth and jobs in the blue economy, the Commission takes stock of the actions it undertook since the publication of the Communication on Blue Growth in 2012. This evaluation would have been a good opportunity for the Commission to act on the many sustainability concerns that have been voiced in past years about this sector – by scientists, economists and civil society – and to remove it from its blue growth priority list.

Publicado por: pongpesca | 2017/05/11

A SARDINHA ESTÁ A DESAPARECER?

MAI_750X500

Ver mais informações aqui.

Fonte: Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Publicado por: pongpesca | 2017/05/11

ITF calls for tuna transshipment moratorium

Transship5613International Transport Workers’ Federation (ITF) is calling for a suspension of high seas transshipment by tuna long-line vessels in the Indian Ocean, Gulf of Thailand and South China Sea, until companies implement fair labour standards to protect workers.

Ver artigo completo aqui.

Fonte: World Fishing & Aquaculture – 05 de maio de 2017

 

 

“A empresa portuguesa Kymaner anunciou a conclusão com êxito “dos ensaios em laboratório da turbina de ar biradial construída para aproveitamento da energia de ondas no âmbito do projeto europeu OPERA”, segundo informou em comunicado. Segundo a empresa, “os testes da turbina de ar demonstraram que tem o melhor rendimento da sua classe e está preparada para produzir energia em qualquer estado de mar”.” Ver notícia completa aqui.

dav

Fonte: Jornal de Economia do Mar – 10 de maio de 2017

e20170509_pole-and-line-fishingazoresfish4ever-w800h360“What’s the worst thing you can imagine happening after travelling halfway around the world to present at a conference? In early February, I travelled to Japan on my first work trip with IPNLF to speak at the symposium “Designing the Future for Fisheries Certification Schemes”, hosted by the University of Tokyo. The symposium aimed to explore the challenges and possible solutions to issues related to seafood ecolabels, particularly for countries in Asia. Using examples from the small-scale tuna fisheries that IPNLF works with I hoped to explain where and how ecolabels have been a powerful tool for driving both environmental and socio-economic improvements. Whilst my aim was to share some of our ecolabel ‘success stories’, I also wanted to highlight that ecolabels aren’t the only way to drive positive environmental and socio-economic change in a fishery.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: IPNLF (International Pole and Line Foundation) – 16 de março de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/08

EU Fisheries Ministers Allow Overfishing for Another Year

16142619_1205451962853717_1048052631443264703_n“De 10 a 21 de Maio a Brigada do Mar irá realizar pelo 9º ano consecutivo uma limpeza nas praias da Costa de Grândola entre Melides e Tróia e gostávamos muitos de receber a vossa visita para que possam ver de perto o lixo marinho que encontramos anualmente nesta área e junto possamos aprender, crescer e cooperar cada vez mais e melhor. Contamos novamente com a participação de mais de 400 voluntários, com a especial particularidade de este ano serem oriundos 10 países diferentes, desde a Espanha, Bélgica, Finlândia, passando pela Rússia e indo até à China, o que nos permitirá fazer desta acção um exemplo de cidadania à escala mundial.”

Mais informação aqui e aqui.

Publicado por: pongpesca | 2017/05/08

China Wants Fish, So Africa Goes Hungry

INYT-ChinaWeb-master768“Of all the stresses that humans have inflicted on the world’s oceans, including pollution and global warming, industrial fishing ranks high. For years, trawlers capable of scouring the ocean floor, and factory ships trailing driftnets and longlines baited with thousands of hooks, have damaged once-abundant fisheries to the point where, the United Nations says, 90 percent of them are now fully exploited or facing collapse.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: The New York Times, 3 de maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/05

Fish Size Matters

Ver vídeo aqui.

Fonte: Oceana – Fish Size Matters

Publicado por: pongpesca | 2017/05/05

Illegal Fishing by Another Name Smells too Sweet

foto_blog

“I’m writing this on a plane home from the Netherlands, where I attended a conference sponsored by the Royal Netherlands Institute for Sea Research and the Netherlands Institute for the Study of Crime and Law Enforcement. Why, you may ask, did these two very different organizations co-sponsor a conference? – Daniel Pauly article.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Oceana Magazine – Spring 2017

“A new investigation by Corporate Europe Observatory and Seas at Risk reveals how Dutch and Spanish fishing lobbies have used press passes to access the EU Council building during crucial ministerial negotiations on fishing quotas.

Fishing for Influence’ documents the fishing industry strategy of using press passes to get close to the annual closed-door Agriculture and Fisheries (AgriFish) quota talks at the EU Council.”

Ver artigo completo aqui.

Ver reportagem completa aqui.

Fonte: Seas At Risk – 4 de maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/04

Fishing quotas in Europe: Who gets the right to fish?

fisherieschartapril2017“Under the EU’s Common Fisheries Policy, each Member State decides how to allocate its national fishing quota to its fishing fleet. Griffin Carpenter and Richard Kleinjans explain that many issues in fisheries policy are the result of these decisions around access and distribution, and there are ripe opportunities for reform.”

Ver artigo completo aqui.

Ver relatório aqui.

Fonte: The London School of Economics and Political Science, 2 de maio de 2017

64b6fe1956da4f47b8189d9c76c2e19a“O sociólogo guineense Miguel Barros defendeu hoje que a lógica de emissão de licenças de pesca na Guiné-Bissau está “completamente obsoleta” e que o Estado deve repensar e reestruturar todo o setor no país. “Nesta fase, a lógica de continuação de emissão de licenças de pesca está completamente obsoleta e é preciso rever a modalidade dos acordos de pesca com todos os países e espaços geoestratégicos, mas repensar a nossa própria filosofia pesqueira” e reestruturar, afirmou o também diretor-executivo da Tiniguena, organização que trabalha na monitorização dos recursos naturais guineenses.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Diário de Notícias, 30 de abril de 2017

6863499_770x433_acf_cropped“Quinze navios chineses que no final de 2016 e início de 2017 pescaram em águas timorenses mais de 40 toneladas de tubarão, protegidos em Timor-Leste, vão ser multados em 500 dólares cada, disse o ministro da tutela à Lusa. “A pesca do tubarão não foi intencional. Eles notificaram-nos quando começaram a apanhar muitos tubarões. Isso foi tido em conta como um elemento que reduziu as sanções”, disse o ministro de Estado, Coordenador dos Assuntos Económicos e também ministro da Agricultura e Pescas, Estanislau da Silva, à Lusa.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Observador, 29 de abril de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/03

Setúbal recebe Semana da Cavala

SEMANA-DA-CAVALA-2017-660x330Arranca hoje, dia 28, a Semana da Cavala em Setúbal, um evento gastronómico que conta com a participação de 26 restaurantes aderentes e propõe experiências ao vivo, nomeadamente uma aula de culinária e uma degustação comentada. Este evento prolonga-se até 7 de Maio. A Semana da Cavala é um evento gastronómico promovido pela Câmara Municipal de Setúbal e pela Associação Baía dos Golfinhos, com o objectivo de promover os produtos regionais e dinamizar a restauração local.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar, 28 de abril de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/03

China’s Appetite Pushes Fisheries to the Brink

the-new-york-times-logo-featured“JOAL, Senegal — Once upon a time, the seas teemed with mackerel, squid and sardines, and life was good. But now, on opposite sides of the globe, sun-creased fishermen lament as they reel in their nearly empty nets. “Your net would be so full of fish, you could barely heave it onto the boat,” said Mamadou So, 52, a fisherman in Senegal, gesturing to the meager assortment of tiny fish flapping in his wooden canoe.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: The New York Times, 30 de abril de 2017

e20170502_FOTO-barco-de-pesca-2-610x310“Uma avaliação da Comissão Europeia (CE) sobre a aplicação das regras europeias relacionadas com a fiscalização da pesca, ou seja, a Política Comum de Pescas (PCP), agora divulgada, junto concluiu que ainda permanecem por implementar muitas das medidas estabelecidas.

Adoptada em 2009 e com muitos dos objectivos alcançados, como os programas nacionais de controlo das pescas, as medidas de rastreio e vigilância, aumento do volume de dados sobre as pescas e a criação de centros nacionais de monitorização da actividade, a PCP não está a ser plenamente aplicada.”

Ver mais informações aqui.

Fonte: Jornal da Economia do Mar, abril de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/05/01

Revista de Marinha – Março/Abril 2017

“A Revista de Marinha 996, de Março – Abril 2017 dedica a sua parte especial à Marinha de Pesca, com destaque para os artigos de Luis Vicente, “Cinco Mitos sobre a Pesca”, “Porque Devemos Cumprir os Objetivos da Política Comum das Pescas e em que Ponto Estamos” de Gonçalo Carvalho e “A Indústria das Conservas de Peixe” de Sérgio Leal.”

De salientar que este número da Revista de Marinha conta com um artigo assinado pelo Coordenador da PONG-Pesca, Gonçalo Carvalho.

Consultar versão para divulgação em formato digital aqui.

Adquirir a versão digital integral da revista aqui.

Subscrever a versão em papel da revista aqui.

Fonte: Revista de Marinha

SEA_TAGS_1“A Orey Técnica Naval lançou em Portugal as pulseiras ‘Sea Tags’ , um sistema de alarme inovador cujo objetivo é receber alertas em caso de “Homem ao Mar”. Este é um sistema único no país que funciona através de ligação ao smartphone com uma aplicação gratuita. Este sistema de alarme foi desenvolvido para as embarcações de recreio e é o primeiro no mercado a ser compatível com o smartphone. E como funciona? Assim que a pulseira estiver imersa ou longe da embarcação, o sinal é interrompido e o smartphone conectado aciona o alarme e regista a posição GPS do incidente.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Mundo da Pesca – 26 de abril de 2017

telurio“Um grupo de cientistas do Centro Oceanográfico Nacional do Reino Unido descobriu um depósito de telúrio submerso num monte marinho conhecido por Montanha dos Trópicos, a 500 quilómetros das Ilhas Canárias, com uma concentração do metal 50 mil vezes à que se encontra em terra, revelou recentemente a BBC. O telúrio é usado em modelos modernos de painéis solares e a quantidade agora identificada daria para satisfazer cerca de 65% do consumo britânico de electricidade, estima um dos cientistas da expedição.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Jornal da Economia do Mar – 26 de abril de 2017

logo_alpha_neuFor this year’s edition, the Fisheries Transparency Initiative participated in the Forum as knowledge partner, reflecting the growing consensus on the need of integrity for a sustainable management of natural living resources (wildlife incl. fisheries).

Ver artigo completo aqui.

Fonte: FiTI – 11 de abril de 2017

 

b12f0f39ad367e06679e19d55d1816cfWith crew welfare and responsible catching practices onboard fishing vessels becoming more important issues of concern for seafood supply chains all over the world, the establishment of an internationally recognized standard that demonstrates good practice at sea and also encourages further engagement has been propelled to the top of many wish-lists.

ver artigo completo aqui.

Fonte: Seafoodsource – 26 de abril de 2017

Norwegian salmon farming firm Nordlaks is proposing a design for a 400-metre long fish farm, as in this illustration, that would be able to withstand exposed seas, away from coastal areas where fish suffer from marine liceAtlantic salmon farming companies are designing huge pens to raise fish in the open seas in a radical shift from calm coastal waters where marine lice have slowed growth of the billion-dollar industry.

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Reuters – 20 de abril de 2017

peixe-espada-preto-925x578“No primeiro trimestre do ano, foram descarregadas nas lotas da Região Autónoma da Madeira cerca de 616 toneladas de peixe-espada preto, um dos peixes mais icónicos da gastronomia madeirense. Os números apurados pela Direção Regional de Pescas, até o final de março, evidenciam uma variação percentual positiva na ordem dos 29% em comparação com período homólogo de 2017.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Jornal Económico, 26 de abril de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/04/26

Eurodeputados querem proteger frotas de pesca das ilhas

image_content_679029_20170424152600“O Parlamento Europeu vai aprovar na quinta-feira o relatório intitulado “A gestão das frotas de pesca registadas nas regiões ultraperiféricas”, onde surge o apelo à Comissão Europeia para que tome sérias medidas proteccionistas para o futuro da pesca nas RUP’s.

O relatório, a cargo da deputada socialista Rodust, enquanto que a eurodeputada do PSD Cláudia Monteiro de Aguiar é a responsável por parte do Partido Popular Europeu, é um forte contributo para uma verdadeira política em defesa das frotas de pesca das regiões insulares de Portugal, Espanha e França. A discussão parlamentar decorreu ao longo de oito meses.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Diário de Notícias, 25 de abril de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/04/26

MarinEye – Watching for the ocean

Sem Título1“MarinEye is a new concept of Ocean observation. It is an autonomous system that integrates the different important compartments of our ocean by generating biological, physical and chemical data sets synchronized in time and space. In the ocean chemical, physical and biological compartments interact in complex ways. However the dynamics of its environments with an integrated view of all their components is largely unknown, manly because biogeochemical and biological ocean monitoring is still underrepresented.”

Mais informação sobre o projeto aqui.

Contactos do projeto aqui.

EU 'must rebuild fish stocks'“The project is one of 25 around the UK which have secured funding from the Economic and Social Research Council (ESRC) as part of an initiative, The UK in a Changing Europe, based at King’s College in London. It sees Aberdeen University and West of Scotland University (WSU) join forces to look at the likely consequences for fishing policy as the UK quits the European Union. The research team, which is backed by £228,000 of ESRC cash, is led by Craig McAngus of Aberdeen University’s department of politics and international relations.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: The Press and Journal, 22 de abril de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/04/24

Investigadores do Porto exploram o mar profundo

oceano-07-640x330““Conhecer para intervir” é o lema do projecto de investigação científica desenvolvido por investigadores do Porto e recorre ao uso de novas ferramentas tecnológicas para uma exploração sustentável dos recursos marinhos do mar profundo. Vão ser três anos de investigação. Resultado de uma parceria entre o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR) e o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), o projecto CORAL – Sustainable Ocean Exploitation: Tools and Sensors pretende desenvolver novas ferramentas tecnológicas e sensores capazes de operar em diversos ambientes marinhos, incluindo o mar profundo.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar, 19 de abril de 2017

Bigeye-tuna-overfishing-credit-Alex-Hofford-Greenpeace-Marine-Photobank-e1478802385148-660x330“O director Regional das Pescas açoriano, Luís Rodrigues, foi a Espanha à reunião do Grupo de Trabalho sobre Dispositivos Artificiais Agregadores de Peixe. E foi em Madrid que chamou a atenção à  Comissão Internacional para a Conservação de Atuns do Atlântico (ICCAT) para a necessidade de se “aplicar rapidamente uma abordagem de precaução” sobre a utilização dos dispositivos artificiais agregadores de peixe (FAD).”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar, 21 de abril de 2017

Older Posts »

Categorias

%d bloggers like this: