mar-3-1-610x310“A Comissão Europeia (CE) instou ontem a Bulgária, a Croácia, o Chipre, a Finlândia e a Grécia a transpor plenamente para a sua ordem jurídica nacional as regras da União Europeia (UE) que estabelecem um quadro de ordenamento do espaço marítimo (Directiva 2014/89/UE). Nesse sentido, a CE enviou pareceres fundamentados aos Estados membros em questão.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Jornal de Economia do Mar, 14 de julho de 2017

unnamed

unnamed (1)

Ver mais informações aqui.

Fonte: Docapesca, 18 de julho de 2017

FOTO-Mexilhões-610x310“No primeiro trimestre deste ano, a Fundação para a Nova Economia (New Economics Foundation, ou NEF), publicou um estudo («Who gets the fish? The allocation of opportunities in EU member States») no qual revelou que Portugal “não está a gerir as pescas conforme o interesse público” e que “pode fazer muito mais para garantir um acesso justo às unidades populacionais de peixes”. Entre as críticas da FNE ao Governo, que é responsável pela distribuição de direitos de pesca em Portugal resultantes das negociações entre os Estados membros da União Europeia (UE), está a de falta de transparência no sistema português de pesca.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Jornal de Economia do Mar, 14 de julho de 2017

e20170718_Apreensão-pescado-ludica_alterada-660x330“O Comando-local da Polícia Marítima da Póvoa de Varzim e Vila do Conde interceptou, dia 12 de Julho, cerca das 14h40, uma embarcação de recreio de bandeira belga que, após ter atracado na zona portuária da Póvoa de Varzim, procedeu à descarga do pescado capturado para uma viatura, tendo em vista a sua comercialização.

Os dois tripulantes, de nacionalidade portuguesa, foram interceptados quando descarregavam cerca de 40 Kg de sargos, cavalas, carapaus e robalos, sem que o lóbulo superior da barbatana caudal estivesse cortado, explica um comunicado da Polícia Marítima.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar Actual, 14 de julho de 2017

shutterstock_615718607-390x285“IT’S BEEN MORE than a year since the UK voted to leave the European Union, and for a while, it wasn’t clear what kind of split that would be.
Despite British Prime Minister Theresa May’s promises that she wanted to keep relations between Britain and Ireland close in the wake of Brexit, and that she wishes to avoid a hard border in the North, the announcements so far have hinted at a ‘hard’ Brexit.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: The Journal, 16 de julho de 2017

17920501_770x433_acf_cropped“O impacto da redução dos stocks de pescas na segurança marítima do Golfo da Guiné está a ser subestimado, avisou esta segunda-feira um especialista em segurança marítima. Ali Kamal-Deen, diretor executivo do Centro Africano de Direito e Segurança Marítima [Centre for Maritime Law and Security Africa], entende que a dinâmica económica e política no Delta do Niger é influenciada pelas pescas.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Observador, 3 de julho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/07/17

Ocean’s Meeting – 7 e 8 de setembro de 2017

Sem Título“Our Ocean is Our Health!
We all face the reality that Ocean environmental factors, such as pollution and poor ecosystem health threaten seafood quality and safety, in the form of heavy metal concentration on fish or plastic particles being found in different species, posing risks to human health.
Simultaneously marine pollution can indirectly impact humans through chemicals, toxins or other harmful particles such as viruses or bacteria in the ocean water. At the same time, the seas provide numerous benefits to human health and well-being in the form of ecosystem services, including the supply of resources (food, medicines, energy…).”

INSCRIÇÕES ABERTAS.

Mais informação aqui.

 

porto_Peniche

“A Comissão Europeia lançou hoje consulta pública sobre as possibilidades de pesca para 2018. Os ministros das Pescas da UE vão, na segunda-feira, debater a comunicação da Comissão Europeia, vigorando a consulta pública até setembro. Em novembro, o executivo comunitário apresenta as propostas de TAC e respetivas quotas nacionais e que é debatido e adotado pelos 28 em dezembro.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: DN, 14 de julho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/07/14

Make new rules’ to save the oceans

pong

“A report to a UN ocean conference in New York points out that more than 60% of the ocean has no conservation rules as it’s outside national jurisdiction. It says the open ocean is at risk from climate change, over-fishing, deep sea mining, farm pollution and plastics.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: BBC News, 12 de julho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/07/12

DiscardLess Stakeholders

 

Ver vídeo aqui.

Ver posts relacionados aqui e aqui.

Mais informações sobre o projeto aqui.

FishGraph_770x3502“Industrial fishing fleets dump nearly 10 million tonnes of good fish back into the ocean every year, according to new research. The study by researchers with Sea Around Us, an initiative at the University of British Columbia’s Institute for the Oceans and Fisheries and the University of Western Australia, reveals that almost 10 per cent of the world’s total catch in the last decade was discarded due to poor fishing practices and inadequate management. This is equivalent to throwing back enough fish to fill about 4,500 Olympic sized swimming pools every year.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: The University of British Columbia, 26 de junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/07/12

ICES Newsletter July 2017

iceslogoPode consultar o último número da newsletter do CIEM/ICES aqui.

Consultar números anteriores aqui.

Fonte: CIEM/ICES

logo-portal_drept

“Resolução do Conselho de Ministros n.º 99/2017.

Diário da República n.º 131/2017, Série I de 2017-07-10

Sumário. Determina o estabelecimento da Conta Satélite do Mar, com periodicidade de três em três anos, integrando as Estatísticas Oficiais Portuguesas.”

Ver mais informações aqui.

Fonte: DRE – Diário da República Electrónico, 4 de abril de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/07/11

Tem a certeza de que o peixe que comeu estava bom?

Tellspec-1“A Tellspec tem um pequeno gadget que pode responder a algumas perguntas muito simples, mas inacreditavelmente importantes, como “será que o peixe que comeu hoje ao almoço estava bom?” Ou melhor ainda, “será que era o peixe que pediu?”

Não fique surpreendido, porque é muito mais comum do que pensa os restaurantes venderem gato por lebre. Ou melhor, peixe caracol por bacalhau, como a ASAE descobriu em 2014.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Green Savers, 7 de julho de 2017

news-rita-poster.jpg“Rita Pires, a fazer o seu doutoramento no IPMA e FCUL, esteve presente no Congresso Internacional da Sociedade de Crustáceos que se realizou de 19 a 22 de Junho último em Barcelona e que incluiu também o “11th Colloquium Crustacea Decapoda Mediterranea” e o “5th Crustacean Larval Conference”, apresentando os trabalhos de modelação de larvas de crustáceos que tem vindo a realizar no âmbito do seu doutoramento.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: IPMA, 3 de julho de 2017

capture_0“Calls for greater levels of support to Small-Scale Coastal Fisheries (SSCF) have been on the rise but it appears that Member States and steakeholders are not taking full advantage of the numerous existing funding possibilities under the EMFF in favour of SSCF. FLAGs are one of the possibilities offered by the EMFF to reach out to SSCF and, in practice, the SSCF sector is the natural partner of most FLAGs. Still the extent to which FLAGs have been supporting SSCF is unclear. This report aims to provide an indication of the level of support provided by FLAGs to SSCF. It is based on a survey which has been carried out among FLAGs from both the EFF and EMFF periods which were asked to assess the level of support channelled to SSCF through their Local Development Strategies (LDS).”

Fazer download do relatório aqui.

Fonte: FARNET, Junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/07/10

Vamos comer peixe-leão e ajudar os oceanos

Peixe-leão.jpg“Talvez nunca tenha ouvido falar do peixe-leão. Também conhecido como peixe-dragão, peixe-pedra ou peixe-escorpião, é um peixe marinho venenoso e uma espécie invasiva, nativa do Pacífico e Índico, que nas últimas décadas tem vindo a invadir as águas do Atlântico e do Caribe. Neste novo ambiente – com predadores que não os reconhecem como alimentos e presas que não os reconhecem como uma ameaça – , a população explodiu. O impacto do peixe é mais evidente no sudeste dos Estados Unidos, no Golfo do México e em todo o mar do Caribe, onde estão a dizimar os ecossistemas de recifes a um ritmo alarmante.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Green Savers, 8 de julho de 2017

cp_to_end_overfishing_in_the_eu_parliament_should_wield_its_influence_16x9“Em 2013, representantes de cada estado-membro da União Europeia e as instituições da UE celebraram justificadamente a reforma da Política Comum das Pescas (PCP). Após décadas de falhas de gestão, a UE tinha finalmente concordado em acabar com a sobrepesca e criado um compromisso, legalmente vinculativo e com um prazo definido, para alcançar esse objetivo. Foi uma ótima notícia, apenas ligeiramente ensombrada pela mensagem dos ministros das pescas dos estados-membros, segundo a qual «necessitavam de alguns anos para proceder gradualmente».”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Pew Charitable Trusts, 28 de Junho de 2017

Ver artigos relacionados aqui, aqui e aqui.

eolica

“Cinco turbinas flutuantes preparam-se para fazer a viagem entre a costa da Noruega e a costa nordeste da Escócia. Será um longa e lenta viagem, difícil, mas já tentada. Ainda na semana passada outras duas turbinas percorreram esse caminho e, assim, aos poucos, a primeira quinta de turbinas eólicas flutuantes do mundo vai ganhando forma. A Hywind é um projeto de 200 milhões de libras (227.5 milhões de euros) gerido pela Siemens e pela Statoil, a empresa petrolífera controlada pelo estado Norueguês, à procura de diversificar a actuação e abraçar energias mais limpas.”

 

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Green Savers, 30 de junho de 2017

mare

“A Universidade Católica Portuguesa (UCP) e a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), conscientes dos novos desafios que a economia azul coloca, ao exigir não só uma compreensão das novas oportunidades nos diferentes domínios científicos, como na economia, gestão, quadro legal e político, decidiram juntar competências numa abordagem interdisciplinar inédita, vocacionada para o empreendedorismo e inovação na área do mar, na sequência da iniciativa Mare StartUp, criando a pós-graduação Pós-Graduação em Ciências, Gestão e Administração do Mar/Sea Science and Business Administrationque conhece agora a 2ª Edição. Cruzam-se assim várias áreas do saber e centros de conhecimento: a UCP- através da Católica Lisbon School of Business & Economics; Faculdade de Direito — Escola de Lisboa e Instituto de Estudos Políticos – e a FCUL, nos domínios que abrangem desde o ordenamento do espaço marítimo às biotecnologias, avaliação ambiental e recursos minerais, articulados com o seu atual enquadramento legal, político, dos mecanismos de licenciamento de atividades e modelos de gestão, projetados para iniciativas empresariais em espaço marítimo.”

Mais informações aqui.

Fonte: MareStartup

Town Dock logo“Cape May, N.J., June 29, 2017 (GLOBE NEWSWIRE) — June 29, 2017 – The Marine Stewardship Council (MSC) announced today that the U.S. Northeast longfin inshore squid fishery has entered a sustainability assessment for MSC certification. It is the first squid fishery in the world to undergo MSC certification. The Town Dock of Point Judith, Rhode Island, and Lund’s Fisheries, Inc. of Cape May, New Jersey requested the sustainability assessment. It is being conducted by SCS Global Services, the first independent sustainability certifier to be MSC-accredited. A positive pre-assessment of the fishery was completed in January. The Town Dock and Lund’s Fisheries have also agreed to have the Illex (Illex illecebrosus) squid fishery assessed under the MSC standards as soon as possible.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Globe Newswire, 29 de junho de 2017

mapa_far“Oceana, Environmental Justice Foundation and WWF have welcomed a new regulation announced yesterday governing the European Union’s extensive external fishing fleet, which operates across the globe and is responsible for 28% of the EU’s total fish catches. After almost two years of negotiations, more than 23,000 vessels will need to follow the same sustainability standards, regardless of where they operate.”

Ver comunicado de imprensa aqui.

Fonte: Oceana, 21 de junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/07/05

DGRM apreendeu sardinha no porto de Peniche

sardinha-1-610x310“Na passada sexta-feira, a Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marinhos (DGRM) realizou uma apreensão cautelar de sardinha no cais do porto de Peniche, “na sequência de uma missão dirigida aos pequenos pelágicos”, conforme comunicou aquela entidade. Segundo apurámos, foram apreendidos 247,5 quilos, com o valor de venda de 457,60 euros.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Jornal de Economia do Mar, 2 de julho de 2017

barco-pesca-03-660x330“A União Europeia reformulou as regras que definem as características dos navios de pesca. As mudanças foram feitas através do Regulamento 2017/1130 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 14 de Junho de 2017, que, no âmbito da política comum das pescas, define as características dos navios de pesca, designadamente, o comprimento, boca, arqueação, data de entrada em serviço e potência do motor.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar, 3 de julho de 2017

capaCZMocambique“Segundo um novo relatório da WWF lançado na passada sexta feira, dia 30 de Junho, 82% do camarão capturado em Moçambique é exportado para a UE, principalmente para Espanha e Portugal. No entanto, embora as populações de camarão de Moçambique tenham sido historicamente abundantes, encontram-se agora ameaçadas.
A WWF apela aos consumidores europeus, especialmente da Península Ibérica, para fazerem escolhas informadas, apoiando, desta forma, uma urgente melhoria na gestão desta pescaria. Se nada for feito, a continuação da disponibilidade – e mesmo da sobrevivência – do recurso pode ficar em risco.”

Ver sumário executivo em inglês aqui.

Factsheet em português aqui.

Fonte: WWF, 30 de junho de 2017

cp_to_end_overfishing_in_the_eu_parliament_should_wield_its_influence_16x9“Back in 2013, officials from each European Union member state and the EU’s institutions rightly celebrated the reform of the EU’s Common Fisheries Policy (CFP). After decades of management failings, the EU had finally agreed to end overfishing and created a legally binding, time-bound commitment to achieve that objective. This was great news, only slightly dampened by the message from member state fisheries ministers that they “needed a few more years to do it gradually.””

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Pew Charitable Trusts – 28 de junho de 2017

Ver artigos relacionados aqui, aqui e aqui.

preview-DiariodeNoticias.png“Cientistas portugueses detetaram que um fungo que vive nos oceanos destrói plástico, uma descoberta que pode ser promissora para o combate da poluição do mar causada por sacos de plástico, divulgou hoje a Universidade de Aveiro. O fungo tem o nome científico de “Zalerion maritimum“, habita nas costas portuguesa (não se sabe exatamente onde) e espanhola e ao largo da Austrália e da Malásia, sendo também responsável pela degradação da madeira.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Diário de Notícias, 26 de junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/07/03

Summer school – Marine /Maritime Spatial Planning (MSP)

10712997_563051490462527_4314879687936420527_n“This summer school course will provide the participants a solid overall understanding of This summer school course will provide the participants a solid overall understanding of basic and applied aspects of Marine/Maritime Spatial Planning (MSP). This course will follow a holistic approach to MSP, addressing stakeholders’ involvement, maritime sector’s needs, marine environment conservation, national / international legal aspects and finally, applicable data management.”

Inscrições até 7 de julho.

Mais informações aquiaqui.

 

image_content_827354_20170702183907“A Quercus reivindicou hoje ao Governo medidas urgentes para banir, “total e definitivamente”, o uso de sacos plásticos em Portugal, país onde se consomem anualmente dois mil milhões destes sacos “nefastos” para o ambiente. Na véspera do “Dia Internacional Sem Sacos de Plástico”, que se assinala na segunda-feira, o presidente da Quercus, João Branco, alertou para a necessidade de o Governo implementar medidas urgentes que banam o uso dos sacos plásticos em Portugal.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Diário de Notícias, 2 de julho de 2017

map_msfd_pr_0“Oceana’s analysis conducted on 16 EU Member States’ plans for measures, has revealed a widespread lack of ambition to effectively use networks of MPAs to contribute to the EU’s objective of achieving healthy, clean and productive seas by 2020, as required under the Marine Strategy Framework Directive (MSFD). The current EU network of MPAs is severely flawed, as protection of deep-sea ecosystems is scarce and there is no fisheries management in many of the sites. The network of marine protected areas is far from reaching the target to protect 10% of marine and coastal ecosystems by 2020, at the latest.”

Ver comunicado de imprensa aqui.

Ver relatório completo aqui.

Fonte: Oceana, 30 de junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/06/30

Não serão os jaquinzinhos legais a salvar a arte xávega

gonçalo

“Há semanas, o Governo decidiu, com o consentimento prévio da Comissão Europeia — esse portento na defesa da sustentabilidade das pescas — tolerar a apanha de carapau abaixo do tamanho reprodutor com arte xávega (uma técnica de arrasto de fundo de que muitos temos memória nas nossas praias), mercê da sua “considerável relevância em termos socioeconómicos para algumas comunidades piscatórias da costa ocidental portuguesa, além de um valor cultural e etnográfico”.

 

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Público, 16 de junho de 2017

unnamed (1)

“O Ciência 2017 – Encontro com a Ciência e Tecnologia em Portugal, a mais importante e diversificada reunião nacional de investigadores de diferentes instituições e áreas do conhecimento, regressa ao Centro de Congressos de Lisboa, de 3 a 5 de Julho. Esta edição tem como país convidado a Índia. O encontro irá reflectir os principais temas e desafios que orientam a actividade da comunidade científica portuguesa, juntando no mesmo fórum mais de 400 oradores, 6 sessões plenárias, 60 sessões paralelas, mais de 700 posters de alunos de doutoramento e milhares de participantes”.

O tema do mar será um deles com Comunicações nas áreas de Biologia e Geologia Marinha e Tecnologia Marinha.

Consulte o Programa aqui.

Inscrições aqui.

13221701_1067842703286586_2179605288014887329_n

Decorreu há um ano, nos dias 29 e 30 de junho de 2016, o Seminário “A pequena pesca: potencial para a sustentabilidade”, uma organização da PONG-Pesca. O Seminário contou com o apoio da Câmara Municipal de Sesimbra.

Aceder à primeira parte do relatório aqui.

Aceder à segunda parte do relatório aqui.

Consultation outcome

A short factual summary as well as a brief synopsis report on the results of the consultation will be published on this page. A report, to be published at the end of 2017, will set out the conclusions from the public consultation and recommendations from the study.

Ler mais informações aqui.

Fonte: European Comission

headerThe MARE Policy Day 2017 focuses on dilemmas of stakeholder participation in marine policy processes. The inclusion of stakeholders in marine policy processes is common in many countries around the world. In the European Union, stakeholder participation is called for in two frameworks that govern marine management.

Ver mais informações aqui.

Fonte: MARE – Centre for Maritime Research 

 

 

Publicado por: pongpesca | 2017/06/27

EU ORGANIC AQUACULTURE

e20170627_pongpesca_aquaculture 86a8fe0e-b88e-4bf2-abaf-782368f86eb3

“EU ORGANIC AQUACULTURE” is published by the Directorate-General for Maritime Affairs and Fisheries of the European Commission.

Overview
Since 2010, organic fish production has been increasing in EU Member States, following the adoption of EU rules, increased consumers’ interest for organic products as well as the opportunity to use the organic logo to better highlight the positive features of some types of aquaculture production.”

Ver artigo completo aqui.

Ver relatório aqui.

Fonte: EUMOFA, junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/06/27

A Guide to SDG Interactions: from Science to Implementation

e20170627_pongpesca cover_draft-1018x1440“Introduction. Countries around the world are faced with a significant challenge: How can they reach the 17 SDGs – and 169 targets that sit underneath these goals – by 2030? The SDGs, which were adopted by the international community in 2015, cover a diverse range of issues including gender equity, sustainable cities, access to clean water, and good governance. It is a big, unwieldly, ambitious agenda that – if it is successfully implemented – could set the world on a course toward inclusive, sustainable development.

The report proposes a seven-point scale to quantify these synergies and conflicts. The scale ranges from +3, which applies when one goal or target is very reinforcing of others, to -3, which applies when goals and targets conflict with each other. A score of 0 indicates neutral interaction.”

Ver mais informações aqui.

Ver relatório completo aqui.

Ver sumário executivo do relatório  aqui.

Ver capítulo específico do ODS 14 aqui.

Fonte: ICSU – International Council for Science, 12 de maio de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/06/27

29 JUNHO | Limpar o oceano: a redução do lixo marinho

unnamed

“Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva, 29 de Junho, quinta-feira, às 19.30.

A Ciência Viva tem o gosto de o convidar para o próximo Dia C dedicado ao tema Limpar o oceano: redução do lixo marinho com as oradoras Paula Sobral (Associação Portuguesa do Lixo Marinho) e Sandra Castro (Extruplás).

O lixo marinho é das principais ameaças à saúde dos oceanos: alastra pela cadeia alimentar, contaminando organismos com compostos tóxicos; causa a morte de animais, sufocados por partículas ou enredados em objectos maiores; interfere com a biodiversidade, prejudicando a sobrevivência de algumas espécies e fomentando o crescimento de outras populações; pode inviabilizar pescas, transportes, turismo, lazer e outras actividades humanas.”

Mais informação aqui.

Inscrições aqui.

Publicado por: pongpesca | 2017/06/26

Whale body size warning for species collapses

_96597198_c0318686-sperm_whale-spl“The shrinking size of whales over the 20th Century could help scientists detect when wildlife populations are in trouble, a study suggests. The analysis shows that the average body size of four whale species declined rapidly during the second half of the 20th Century in response to hunting. But warning signals were visible up to 40 years before whale stocks collapsed.
The work appears in Nature Ecology and Evolution journal.”

Ver artigo completo aqui.

Ver artigo científico aqui.

Fonte: BBC, 22 de junho de 2017

pesca-Descarga-do-AtumBonito-660x330“O preço médio do pescado nos Açores em 2017 aumentou 28% comparativamente a 2016. O valor do goraz, dos moluscos, atum, chicharro e cavala são os principais responsáveis por esta variação. O secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia doa Açores adiantou hoje, 22 de Junho, na Horta, que até ao dia 20, “contando com o atum capturado nos mares da Madeira”, o sector das pescas regional já arrecadou na primeira venda de pescado 15 milhões de euros”, acrescentando que este valor “corresponde a mais 45% do que no período homólogo de 2016, mais 28% do que em 2015 e mais 37% em relação ao mesmo período de 2014.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar, 22 de junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/06/26

27º Seminário Coastwatch

image

Mais informação aqui.

Programa disponível aqui.

Inscrições aqui.

.

 

Publicado por: pongpesca | 2017/06/26

NOTÍCIAS DO MAR ONLINE – EDIÇÃO JUNHO | NM 366

unnamed

Consultar versão em formato digital aqui.

Ver edições anteriores aqui.

Fonte: Notícias do MarNotícias do Mar, Junho de 2017

grafico“Portugal é detentor de uma das maiores Zonas Económicas Exclusivas (ZEE) do mundo, abrangendo actualmente mais de 1,7 milhões de Km2. Contudo, a balança comercial da pesca, conservas e outros produtos do mar é deficitária. Portugal apresentou às Nações Unidas, em maio de 2009, uma proposta de extensão da sua plataforma continental das 200 para as 350 milhas, aguardando-se que a pretensão seja analisada naquela Organização, o que, a ser aceite, alargará a ZEE para mais de 3 milhões de Km2. No presente trabalho pretende-se analisar a evolução das trocas comerciais portuguesas com o exterior, a partir de dados de base divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística para os anos de 2012 a 2016.”

Ver relatório completo aqui.

Fonte: Blog  ECOPOR – 3 de junho de 2017

 

Publicado por: pongpesca | 2017/06/23

Increase in ciguatera fish poisoning cases in Europe

medium“Fish is a healthy diet, it supplies important omega-3 fatty acids and trace elements like iodine and selenium. However, eating fish caught in certain regions can sometimes also have its risks. In Bavaria, there have recently been reports of multiple cases of diarrhoea, vomiting and cold pain following consumption of imported deep-frozen fish. The symptoms are typical signs of ciguatera – one of the most frequent fish poisonings worldwide caused by ciguatoxins in edible fish.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Environmental News Network, 16 de junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/06/22

Fisheries reform for Faroes

fiskiskipThe government of the Faroe Islands has introduced a bill to parliament to reform fisheries policies, promote sustainability and change the way fishing licenses are administered.

Ler artigo completo aqui.

Fonte: World Fihing & Aquaculture – 21 de junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/06/22

Protix secures funding for insect proteins

Feedstuff-for-fishLeading insect producer, Netherlands-based Protix, has secured €45m in funding to expand its insect animal feed capacity within the aquaculture sector.

Ler artigo completo aqui.

Fonte: World Fishing & Aquaculture – 20 de junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/06/19

FARNET Flash Nº14

flashnote_header5

Pode consultar o último número da newsletter da FARNET aqui.

Consultar números anteriores aqui.

Fonte: FARNET

MSC_ecolabel“Last week, the Marine Stewardship Council (MSC) announced that the U.S. Atlantic menhaden and U.S. Gulf of Mexico menhaden fisheries have entered the evaluation process in order to acquire the respected blue ecolabel for sustainable fishing. The assessments are being conducted by third-party independent auditors SAI Global at the request of Omega Protein.”

Ver comunicado de imprensa aqui.

Fonte: Stockhouse, 15 de junho de 2017

Publicado por: pongpesca | 2017/06/16

Lights Out for Hawai‘i’s Seabirds

header-electrocuting-birds“When a seabird zipping through Hawai‘i’s night sky hits a power line, you can hear it. “They make this Star Wars-esque laser sound, like tawong-wow-ow-ow,” says ornithologist André Raine, mimicking the noise playfully before turning more serious. “When you know what it is, it’s unpleasant.” The birds aren’t being electrocuted—they’re too small to close the circuit between neighboring lines—but they are being hurt, and potentially killed, by the collision, which makes a distinct sound. Raine and his colleagues at the Kaua‘i Endangered Seabird Recovery Project have recording devices dotted about the island to capture the sound.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Hakai Magazine, 12 de junho de 2017

gui-menezes-171041-660x330“O Governo Regional dos Açores vai continuar a estimular actividades que geram rendimentos complementares aos pescadores, tais como “como é o caso da apanha de algas”. Em 2016 foram capturadas na Região 450 toneladas de algas, que renderam cerca de 450 mil euros, estando licenciados para esta atividade cerca de 130 apanhadores, maioritariamente pescadores profissionais. Desde o início deste ano foram apanhadas 13 toneladas nas ilhas de São Miguel e Terceira, que renderam 30 mil euros.”

Ver artigo completo aqui.

Fonte: Agricultura e Mar, 14 de junho de 2017

 

Older Posts »

Categorias

%d bloggers like this: